A loja física é a nova mídia


Antes mesmo do distanciamento social decorrente da COVID-19, o varejo vinha se transformando. Mas, sem dúvidas, esse fator acelerou a adoção da Transformação Digital dentro dessas operações.


Com um mercado cada dia mais saturado, marcas e operações buscam mais qualificação e assertividade e, com isso, novos modelos e formatos de negócios surgem dentro de um segmento com fortes aptidões tradicionais quando olhamos para o meio físico.


Mas com toda essa movimentação global, mesmo operações locais, de bairro por exemplo, vem se adequando ao comportamento do consumidor e alguns formatos de loja física já se destacam no mercado brasileiro, com forte potencial na experiência de consumo, melhoria da expressão da marca nos pontos de contato físicos e com significativa melhoria na performance de vendas.


Outlet Store

As já bem conhecidas lojas de descontos amplificaram seu sucesso nesses tempos de crise. Seu objetivo de comercializar as famosas “pontas de estoque” funciona entregando descontos reais. Uma operação que funciona muito bem tanto no físico quanto no digital, mas perfeitas quando unificadas. Inspire-se na VK.



Guide Shop

Forte tendência no segmento da moda as Guides Shop são espaços físicos que

une a aproximação de uma Flagship à operação digital.

Neste modelo o consumidor faz a compra na Guide e recebe em casa, retira suas compras realizadas no digital com frete grátis ou faz a devolução dos produtos na mais próxima.


Sua proposta carrega o diferencial de possibilitar ao consumidor a prova do produto, maior aproximação com a marca e uma elevada experiência de consumo.

Outras vantagens estão na redução significativa nas taxas de devolução, quando comparadas ao digital, e a interação com um personal stylist. Inspire-se na Amaro.



Flagship Store ou Loja Conceito

Explorar ao máximo os aspectos emocionais e sensoriais que o ambiente físico oferece é a estratégia que esse formato oferece.

Ao entregar conforto, interações tecnológicas e um ambiente atraente, somados à exposição dos produtos e uma atmosfera autêntica também são ferramentas eficazes e que possibilitam que a marca comunique seus valores e gere uma experiência positiva de consumo.


É o Visual Merchandising de mãos dadas, desde o início, com o Branding para entregarem lighting design, estratégias sensoriais e um posicionamento visual alinhado ao da marca. Inspire-se na Dillu.



Pop-Up Store

Com data para abrir e fechar, as lojas temporárias servem muito bem em duas situações; estratégia de marca ou fluxo sazonal.

Na primeira situação o objetivo é de entender o mercado local desejado e ajustar a operação para ganhar penetração, além de conseguir, de uma forma muito forte, expressar seus valores e aproximar [ou validar] suas personas.

No sazonal ela serve muito bem em eventos, cidades de praia no alto verão ou em regiões serranas no inverno.

Uma Pop-Up Store geralmente possui baixo custo de montagem, conta com expositores e mobiliários flexíveis, é fortemente influenciado pelo Upcyle e com estratégias de comunicação mais livres e criativas. Inspire-se na Melissa (quando dar aquela saidinha do Brasil).


Store-in-Store

As “Lojas dentro de Lojas” buscam basicamente duas soluções:

Para a marca, baixo investimento ao ampliar os pontos de venda. A segunda solução, para a operação, ao minimizar seus custos fixos.

Exemplos em nosso cotidiano são cafeterias dentro de livrarias e smartphones em lojas de vestuário.

Seu modelo de negócios costuma ser independente, ou seja, paga-se um aluguel fixo ou um percentual sobre as vendas para a operação principal.


No contexto em que estamos esse formato é uma ótima iniciativa para as pequenas e micro empresas, pois conseguem juntar as forças, as ofertas, a comunicação e minimizar muito o custo da operação. Inspire-se na Galerie Lafayette.



Mobile Store ou Lojas Moveis

Seguindo a premissa de “esteja onde seu cliente estiver”, muitas marcas adaptam veículos para suas operações. Um exemplo notório são os “food trucks”, que tiveram seus anos de ouro, mas muitos ainda possuem excelentes resultados. Também surfam nos fluxos sazonais semelhantes às Pop-Up Stores.

Inspirados pelo segmento de Alimentos & Bebidas, grandes marcas também conseguem, e conseguiram, adequar suas operações. Óticas, moda, cosméticos, telefonia e até pet-shops aderiram ao formato. Inspire-se nas Havaianas.

2020 ® Todos os direitos reservados  |  Underline®

RDI_Logo.png
_Underline-Logo_BR.png
  • LinkedIn
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter
  • Pinterest
  • Facebook
Menu-02.png